27/11/2011

O Ritual (2011)


O texto possui alguns spoilers leves, portanto se você é um daqueles que prefere que tudo seja uma surpresa, é hora de dar tchau!

De começo quero ressaltar que a idéia do filme não me agradou, eu quando fui assisti-lo já imaginava sim quais temas seriam abordados (não to falando isso só pelo título, "o ritual", até porque o nome original é 'the rite', que faria mais sentido sendo traduzido para 'o rito'.. enfim), mas com o passar do filme achei que eu pudesse me surpreender positivamente... Não aconteceu.

Um filme com algumas qualidades - bem poucas -, não é de todo ruim, mas totalmente esquecível, The Rite apresenta mais do mesmo. O filme foca na vida de Michael Kovak (Colin O'Donoghue), que desde cedo aprende os negócios da família (passados de geração à geração), mas o rapaz decide se desvirtualizar desse caminho que lhe foi escolhido, então escolhe fazer um curso preparatório para padres, sendo que ele é cético, e não não encontramos no filme uma explicação cabível para tal escolha, desde que não seja intervenção divina. Ele (o filme) tenta passar, pelo que eu entendi, a mensagem que todos os ateus não são benquistos por deus ou pelo céu e que em determinado momento da vida passam por uma prova de fé e enquanto não se converterem a sua vida não será 'feliz'... Ora, enquanto morava com seu pai, Michael cuidava dos corpos na funerária e até se converter ele perdeu o pai, sofreu pra vencer o demônio e etc..


É, o roteiro pra mim, é sofrível. Agora, não deixa de ter qualidades como, por exemplo, a magnífica fotografia (o que eu mais gostei no filme por sinal) e também a atuação de Anthony Hopkins (o exoscista 'nada convencional') que não está tão bem como já o vi em outros papéis, mas consegue dar o que se pede dele nesse filme, sim o filme tem bons momentos, poderiam ser mais, aliás, se mentisse o clima de suspense do início seria bem melhor, ahh, e de terror eu não vi nada (mulher se contorcendo pra mim não assusta).

PS: BASEADO EM FATOS REAIS? PFFF

2 comentários:

Alan disse...

Como não pretendo assistir a este filme li toda sua crítica e achei muito boa, só reforçou minha idéia.

Martha Angelo disse...

Gostei da sua análise, Daniel.O filme só me chamava a atenção mesmo pelos aspectos que vc mencionou, a atuação do Hopkins e o fato de ser baseado em fatos reais...Mas se ficou uma coisinha tão clichê, não me interessa, sobretudo porque há tantas prioridades para assistir antes.
Só vejo, se cair na minha mão.rsrsr